[Texto] Ajudantes de Assata – Mutulu Shakur

Nesta série, Ajudantes da Assata, apresentaremos textos retirados do endereço eletrônico da Assata Shakur sobre as pessoas que a ajudaram a fugir da prisão em 1979. Mutulu Shakur foi militante da República da Nova Áfrika e encontra-se preso até hoje. Leia e assina aqui um abaixo-assinado pedindo a Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, clemência…

[Texto] Ajudantes da Assata – Silvia Baraldini

Nesta série, Ajudantes da Assata, apresentaremos textos retirados do endereço eletrônico da Assata Shakur sobre as pessoas que a ajudaram a fugir da prisão em 1979. Silvia Baraldini ajudou Assata e foi presa em 1982, transferida para Itália em 1999 e libertada em 2006. Silvia ainda é viva e mora na Itália.  Texto retirado de…

[Texto] Assata Shakur sobre luta armada e clandestinidade

Esta passagem foi retirada do livro Assata: Uma Autobiografia (Capítulo 17 – páginas 241-243) Durante os anos seguintes, lar virou diversos lugares. Eu viajei bastante e conheci algumas pessoas lindas, tão lindas que restauravam minha fé na humanidade cada vez que eu[1] as encontrava. Como a maioria de nós naquela época, eu era nova nisso,…

[Texto] Assata Shakur sobre o assassinato de policiais por Negros em 1975

“Eu tinha ouvido no rádio, visto algumas notícias na TV. Minha reação foi tipo UAU! O jogo estava virando. Depois de tantas pessoas Pretas que o Departamento de Polícia de Nova Iorque matou todos os anos, alguém estava finalmente dando o troco. A imprensa estava cheia de incontáveis adjetivos: sem sentido, brutal, maligno, fatal, sanguinário…

[Texto] Nota de Repúdio ao Texto da Esquerda Diário sobre Assata Shakur

Gostaríamos de deixar nítido nosso repúdio ao texto divulgado hoje, dia 22 de junho de 2016, no site de notícias Esquerda Diário com o título “Assata Shakur: Sobre socialismo e “comunismos””. O texto em questão utiliza nitidamente diversas traduções de excertos da autobiografia da Assata Shakur feitas por nós e publicadas em nosso blogue, sendo a…

[Texto] Assata Shakur sobre sua aproximação com os Panteras Negras

Esta passagem foi retirada do livro Assata: Uma Autobiografia (páginas 203-207) A organização mais importante da minha lista para conhecer melhor era a sede do Partido dos Panteras Negras[1] em Oakland. Eu tinha muito respeito pelos Panteras e havia sido muito influenciada por eles, assim como a maioria das pessoas mais ou menos da minha…

[Texto] Assata Shakur sobre socialismo e comunismo

Esta passagem foi retirada do livro Assata: Uma Autobiografia (páginas 189-192) Tinha muitos grupos comunistas no campus[1]. Na época, eu não fazia ideia de que existiam tantos tipos diferentes de comunistas e socialistas, que existiam marxistas, leninistas, maoístas, trotskistas etc. Minha lavagem cerebral foi tão forte que eu pensava que todos os comunistas eram iguais….

[Texto] Assata Shakur sobre aproximação com a New Afrika e mudança de nome

Esta passagem foi retirada do livro Assata: Uma Autobiografia (páginas 183-186) Eu tinha ouvido bastante sobre a República da Nova Áfrika[1] e prometi a mim mesmo de conhecer mais. A Governo Provisório da República da Nova Áfrika[2] defendia a criação de uma nação Preta separada dentro dos eua[3], a ser constituída pelo que hoje é…

[Texto] Acusações e julgamentos sofridos por Assata Shakur

Resumo de todas as acusações e processos enfrentados por Assata Shakur. De todas as acusações, as únicas que resultaram em condenação foram as que foram fruto do Tiroteio da Rodovia de Nova Jérsei, em 1973, quando um policial e Zayd Malid Shakur foram mortos. Fonte: Assata, uma Autobiografia de 1987.

[Vídeo] Common – Uma Canção para Assata

Foi traduzido e legendado um vídeo com a música que o rapper americano Common fez em homenagem para Assata, depois de visitá-la em Cuba. A música se chama “A Song for Assata” e depois de lançar essa música, ele recebeu algumas retaliações, como cancelmento de eventos. Uma Canção para Assata (original) [Verso: Common] Pelo espírito…

[Texto] Prefácio de Assata: Uma Autobiografia por Angela Davis

Préfacio escrito por Angela Davis pro livro Assata: Uma Autobiografia de Assata Shakur Na década de 70, enquanto Assata Shakur esperava julgamento por ser cúmplice em um assassinato, eu participei de um evento beneficente na Universidade Rutgers1 em New Brunswick, Nova Jérsei, para levantar fundos para sua defesa. Na época, Assata estava presa na Unidade Correcional…